O poder de criar um “buraco negro” chegou inesperadamente

Posted on junho 15, 2017

0


“buraco negro molecular” criado por um poderoso raio x a laser

O LCLS pode tirar imagens de alta resolução de vírus, bactérias, proteínas e moléculas individuais. O sistema funciona atingindo objetos com impulsos de raios X extremamente brilhantes que duram apenas femtossegundos (cerca de um milhão de bilionésimos de segundo) que geram energia suficiente para cortar o aço. Estudar objetos microscópicos com o LCLS pode melhorar nossa compreensão da física de partículas, fotossíntese, fusão nuclear, spintrônica e ajudar no desenvolvimento de medicamentos,.

O buraco negro molecular foi um subproduto inesperado de experimentos realizados por pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas, nos EUA. A equipe usou espelhos para focar o feixe de raios-x em um ponto de 100 nm (nanômetros) de largura, que é cerca de 100 vezes menor do que os alvos do equipamento. O plano era testar a forma como os átomos pesados ​​reagem quando atingidos com raios X rígidos, carregando a maior energia possível que o LCLS pode produzir.
hypescience

o átomo de iodo molecular é atingido por um raio de raio X intenso, fazendo com que ele perca elétrons e comece a chupar mais dos átomos ao redor, no que a equipe chama de efeito de buraco-negro molecula”

Anúncios