Cúpulas de metano congelado no oceano Ártico ameaçam explodir e criar novas crateras

Posted on junho 7, 2017

0


Cúpulas de metano congelado no oceano Ártico ameaçam explodir e criar novas crateras

As cúpulas de metano congelado podem ser sinais de alerta para novas explosões
Encontro:
5 de junho de 2017
Fonte:
CAGE – Centro de hidrato de gás ártico, clima e meio ambiente
Resumo:
Várias cúpulas de metano, com cerca de 500 m de largura, foram mapeadas no chão do Oceano Ártico. Eles podem ser sinais de expulsões de metano que já criaram crateras maciças em uma área próxima.
Compartilhar:

HISTÓRIA COMPLETA

500m de largura e 10m de altura, as cúpulas de metano no chão do Oceano Ártico estão contendo grandes quantidades de metano.
Crédito: Pavel Serov / CAGE
“Todos os anos, voltamos para a área da cúpula com nosso navio de pesquisa, e todos os anos estou ansioso para ver se uma dessas cúpulas se tornou uma cratera”, diz o autor principal do estudo Pavel Serov, candidato a doutorado em CAGE na UiT The Universidade Ártica da Noruega.

Essas cúpulas são o análogo atual do que os cientistas pensam que precederam as crateras encontradas na área próxima, que foram recentemente relatadas na Ciência. As crateras foram formadas à medida que a camada de gelo recuou do Mar de Barents durante a deglaciação há cerca de 12 mil anos.

.

Fonte do relato:

Materiais fornecidos pela CAGE – Center for Arctic Gas Hydrate, Climate and Environment. Nota: O conteúdo pode ser editado para estilo e comprimento.

CAGE – Centro de hidrato de gás ártico, clima e meio ambiente. “Cúpulas de metano congelado podem ser sinais de alerta para novas explosões”. ScienceDaily. ScienceDaily, 5 de junho de 2017. <www.sciencedaily.com/releases/2017/06/170605151956.htm>

SCIENCEDAILY

Anúncios