Ode aos cegos

Posted on janeiro 24, 2017

0


Ode aos cegos

há gente de duas faces
zumbis cheios de fios
e as ruas sem deuses
estão cheias de medo

há muita gente vivendo aí
enquanto multidões
andam com poucas
escondendo suas caras

há feridas abertas
portas fechadas
e você como sempre
não manja lhufas

há tundra subindo
gelo descendo
e seus olhos
molhados de pejo

há mãos estendidas
buracos abertos
chuva moendo
a sobra da vida

quando será que
o ex-ser humano
tolhido de calor e frio
enfim vai despertar?

irá?

Dalila Balekjian / janeiro 2017

cercado-por-zumbis-34dcb

Anúncios