Declaração Ban Ki-moon sobre atentado em Nice

Posted on julho 15, 2016

0


DECLARAÇÃO

Declaração atribuível ao porta-voz do Secretário-Geral sobre o ataque em Nice
Nova York, 15 de julho de 2016
O secretário-geral condena o ataque terrorista 14 de julho em Nice, na França. Ele expressa sua mais profunda simpatia e condolências às famílias das vítimas deste ato horrível, bem como ao Governo e ao povo da França. Ele deseja uma rápida recuperação aos feridos.

O secretário-geral espera que todos os responsáveis por este massacre vão ser rapidamente identificados e levados à justiça. Ele está junto firmemente pelo Governo francês e as pessoas que como eles enfrentam essa ameaça, e salienta a necessidade de intensificar os esforços regionais e internacionais para combater o terrorismo e o extremismo violento,

Fonte lefigaro

http://www.un.org/sg/statements/index.asp?nid=9884

 

ONU

França: ONU condena ataque terrorista em multidões comemorando o Dia da Bastilha em Nice

Secretário-Geral Ban Ki-moon. Foto UN / Mark Garten (arquivo)

15 julho 2016 – Altos funcionários de toda a família das Nações Unidas condenou hoje o ataque mortal em Nice, França, pedindo intensificou os esforços para combater o terrorismo e o extremismo violento.

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em um comunicado de seu porta-voz, expressou sua profunda simpatia e condolências às famílias das vítimas de “este ato horrível”, incluindo o Governo e todo o povo da França.

Ele ressaltou a necessidade de intensificar os esforços regionais e internacionais para combater o terrorismo e o extremismo violento.

“O secretário-geral espera que todos os responsáveis por este massacre vai ser rapidamente identificados e levados à justiça”, segundo o comunicado.

Esta manhã, o embaixador Koro Bessho do Japão, como o presidente do Conselho de Segurança para o mês de julho, leu um comunicado emitido na noite passada em que o Conselho “condenou nos termos mais fortes o ataque terrorista bárbaro e covarde” e salientou que o terrorismo constituiu uma das mais sérias ameaças à paz e segurança internacionais.

“Os membros do Conselho de Segurança reiterou que os actos de terrorismo são criminosos e injustificáveis, independentemente de sua motivação, onde, quando e de quem os cometeu”, disse Bessho.

Quando o Conselho reuniu-se mais tarde para discutir a situação no Iraque, todos os membros estavam a observar um minuto de silêncio em memória das vítimas.
LER MAIS EM

http://www.un.org/apps/news/story.asp?NewsID=54462#.V4kcy_krKUl

Anúncios
Posted in: Sem-categoria