O calor poderá deixar partes do mundo inabitáveis até 2100

Posted on março 30, 2016

0


“Temos uma Emergência global de ” Perigoso Calor que pode tornar partes do mundo praticamente inabitáveis até 2100
Dr. James Hansen: “Temos um global de Emergência” Heat Dangerous
Render partes do mundo Praticamente inabitável até 2100
Há um novo perigo trágico à espreita no mundo. Algo que surgiu a partir de uma queima de massa de combustíveis fósseis em uma escala épica que agora bombeia para fora mais de 100 vezes a emissão de gases com efeito de estufa de todos os vulcões em todo o mundo combinados. Algo que tem sido a construção de calor na nossa atmosfera a taxas sem precedentes. Algo que tem sido cada vez mais desencadeando as estranhas e mortais Eventos estufa Mass Casualty (HMCE). Eventos que aparecem pronto para bater os inocentes, os pobres e os mais vulneráveis ​​entre nós o mais difícil.

“E de acordo com um novo relatório científico do Dr. James Hansen – estes eventos estão prestes a tornar-se uma parte cada vez mais permanente da paisagem global. Em essência, se queima de combustíveis fósseis continua, as regiões mais pobres do mundo que têm contribuído menos para o problema das alterações climáticas vai experimentar HMCEs com uma frequência tão alta que muitas destas regiões vão se tornar praticamente inabitável até o final deste século . É um nível de tratamento injusto e desigual que é difícil de estômago. Para aqueles que continuam a queimar combustíveis fósseis, que continuam a empurrar queima de combustíveis fósseis por meio de lobby, o domínio do mercado, e as políticas governamentais míope, e que pretendem queimar esses combustíveis nocivos sobre o futuro agora parecem estar envolvidos em uma espécie de ato combinado de destruição do habitat humano infligido e possível genocídio.’

Dr. James Hansen: “We Have a Global Emergency” Dangerous Heat to Render Parts of the World Practically Uninhabitable by 2100

Regional Climate Change and National Responsibilities

 

 

Fig. 3.

TimeBombFig16

Fig. 1.2

In the Mediterranean and Middle East the bell curve shift in summer is almost 2½ standard deviations (Fig. 2). Every summer is now warmer than average 1951-1980 climate, and the period with “summer” climate is now considerably longer.  Given that summers were already very hot in this region, the change affects livability and productivity as noted below.  Bell curve shifts in the tropics, including central Africa (see paper) and Southeast Asia (Fig. 2), which also was already quite hot, are about two standard deviations and occur all year round.

Fig. 1.  Frequency of occurrence of local temperature anomalies (relative to 1951-80 mean) divided by local standard deviation (horizontal axis) for Northern Hemisphere land. Upper row is for summer (Jun-Jul-Aug) and lower row is winter (Dec-Jan-Feb).  Further discussion in our 2012 and 2016 papers.

Shifts to Warm and Hot Summers

Fig. 2.  Frequency of occurrence of local temperature anomalies (relative to 1951-80 mean) divided by local standard deviation (horizontal axis) for land areas shown on map. Area under each curve is unity. Numbers above map are percent of globe covered by the selected region. “Shift” refers to the dashed curve fit to 2005-2015 data and are relative to the base period.

——————————————————————————————————————————————————————————————-

“Discussão

Conclui-se que as emissões de combustíveis fósseis para os negócios continuar como de costume vai começar a fazer as baixas latitudes inóspitas. Se acompanhado por multímetro aumento do nível do mar,  resultaria em  migração forçada e perturbações econômicas que  poderiam ser devastadoras.
Mesmo o aquecimento global tão pequeno quanto 2 ° C, às vezes chamado de um guardrail seguro, pode ter grandes efeitos. deslocamentos da curva do sino mostrada para 2005-2015 resultado do aquecimento global de ~ 0,6 ° C em relação a 1951-1980. Assim, 2 ° C o aquecimento em relação ao pré-industrial (1,7 ° C em relação a 1951-1980) irá resultar em mudanças de curva de sino e impactos climáticos cerca de três vezes maiores do que aqueles que têm ocorrido já. O aquecimento global a 2 ° C é esperado para causar aumento do nível do mar de vários metros, levando à inferência de que o nível do mar subir potencial deste século é perigoso.”

Baixas latitudes e o Brasil

Africa Central em relação ao Brasil

Trópicos e o Brasil

 

 

O Trópico de Capricórnio e o Brasil

Subtropical

 

 

 

Anúncios