Ovelha com gene ‘luminoso’ de água-viva entra em cadeia alimentar e causa polêmica

Posted on junho 24, 2015

0


Ovelha com gene ‘luminoso’ de água-viva entra em cadeia alimentar e causa polêmica
Daniela Fernandes
De Paris para a BBC Brasil

Uma ovelha geneticamente modificada com uma proteína de água-viva, utilizada em pesquisas científicas na área de cardiologia na França, acabou sendo enviada a um abatedouro do país e vendida para consumo, lançando novos debates sobre a segurança alimentar.
O caso envolve o prestigioso Instituto Nacional de Pesquisa Agronômica (Inra) da França, que, entre outras atividades, desenvolve programas científicos na área médica utilizando animais.
“O primeiro erro foi colocar a ovelha geneticamente modificada em um lote com animais normais, de criação. Em seguida, esses animais foram transferidos para o abatedouro. Dessa forma, a ovelha, que não deveria estar nesse rebanho, entrou na cadeia de alimentação”, declarou o presidente do Inra, Benoît Malpaux.
O ministro da Agricultura, Stéphane Le Foll, disse que o incidente “é inaceitável” e pediu ao Inra para realizar, até o final do mês, um relatório sobre o problema.
A ovelha Rubi, que com grande probabilidade foi parar na mesa de um consumidor, tinha uma proteína extraída da medusa, a GFP (sigla em inglês para Proteína Verde Fluorescente), que torna as células fluorescentes e deixa a pele translúcida.
Essa proteína é usada em experimentos científicos; ela dá luminosidade a outras proteínas ou genes e permite que cientistas acompanhem o movimentos e comportamento destes.

ler mais em bbc

Anúncios